segunda-feira, 24 de abril de 2017

Não vale a pena, eles vão dizer sempre que somos criaturas estranhas


    Vivemos num mundo que, em muitas religiões e culturas, se faz dos homens santos e das mulheres pecadoras. Atentem em figuras como Afrodite e Pandora. A primeira, uma devassa, a representar a mulher como a perdição dos homens, como o elemento sedutor e manipulador. A segunda, uma cusca, uma fraca que representa esta mania que as mulheres têm de meter o bedelho onde não são chamadas, irra. Não há deuses masculinos que sejam assim. Apolo não tinha culpa de ser todo bonzão, e por isso representa coisas de maior importância. O Baco não era nada saloio, era um bon vivant, aquele nome giro que se dá aos homens que basicamente, são uns rameiros. E o Prometeu que traiu os deuses quando deu o fogo aos mortais? Um herói da humanidade. Fraco? Mesquinho? Nah.
    Enfim, deuses ou mortais, os homens são uns mestres a usar psicologia inversa.
Aconteceu-me no outro dia um episódio que me fez pensar muito nesta mania que os alguns homens têm de fingir que fazem as coisas sem intenção e que a maldade está na cabeça das mulheres.
    Ora, ajudei um rapazito a fazer o currículo em Inglês. Quando lá estava eu praticamente a fazer o currículo por ele, o senhoranço estava mais interessado em perguntar-me, entre outras coisas, se tinha namorado. E eu disse que não. Disse que não porque não tenho mesmo, e não porque estou interessada no tal rapaz, se bem que até podia estar. Já algumas vezes menti para me escapar de um ou outro chato, mas desta vez, pensei cá para mim, porque hei-de eu mentir? Porque não posso eu dizer que sou solteira sem medo de ser assediada? Porque é que alguns homens, quando a mulher é solteira, pensam automaticamente que ela precisa ou quer qualquer homem que lhe apareça à frente?
Bom, não quero ser mal interpretada. Não há mal nenhum em ele perguntar isso, ou mesmo no que fez a seguir, ou até se me tivesse convidado para um copo. Eu gosto de pessoas directas. E também não há mal nenhum em dizer que sim ou não a um convite, mesmo que venha de uma pessoa praticamente desconhecida.
    Mas voltando à historieta.
    Já quando estávamos a acabar ele agarra no telefone e procura o meu nome no facebook e pergunta se eu sou aquela que aparece ali na procura, e eu lá digo que sim, e aceito o pedido de amizade dele. Durante a conversa não fiz ou disse nada que lhe tivesse indicado algum interesse da minha parte, mas mesmo assim quando cheguei a casa, tinha uma mensagem dele a dizer "és gira". Sim, pura e simplesmente isto. (Um aparte, onde é que um gajo espera chegar com um "és gira", é o flirt mais preguiçoso de sempre. É atirar a rede mais barata a ver se cai algum peixe.)
    Mas chegando agora finalmente ao motivo da minha indignação. Como eu não quero nada com ele e não gosto nada de andar a empatar as pessoas, respondi-lhe àquela espécie de mensagem da seguinte forma: "Olha, eu não estou interessada em nada, ok? Ajudei por cordialidade. Só para que não haja mal-entendidos!" Tau. Nem agradeci o elogio porque ainda ia dar azo a mais confianças. Depois foi ver a incredulidade com que ele reagiu à minha resposta: "Wtf? E eu disse alguma coisa? Só disse que eras gira". Um fofo então e eu devia era levantar as mãos ao céu e agradecer por ter recebido um elogio de um homem. Até porque um rapaz dá-se ao trabalho de dizer isto a uma rapariga só para ela ter conhecimento de que de facto, sim senhor, não é feia. É tipo como um carimbo do passaporte. Ora toma e vai lá à tua vida. 
    Com ele a armar-se em beato, eu decidi não dar importância e nem sequer contrapor o que ele disse. Respondi com um breve "pronto então". E ele continuou "não percebi muito bem a tua questão mas não interessa". Ui! O menino acha que eu lhe estou a dar jogo? Não, meu caro. "Está esclarecido", respondi eu, e a conversa acabou ali. 
    Digam-me agora, fui eu que interpretei mal? Fui/sou uma convencida, exagerada e mal-agradecida? Valha-se-me, se assim é, vou continuar a ser. 


1 comentário:

Miguel Gouveia disse...

Awww, obrigado! Fico muito feliz por isso! Segui-te de volta <3

Vá, como Homem posso dizer que foste um pouco precipitada mas ele também não facilitou... Podia ter sido um pouco mais criativo :P Ainda assim, foi preferível teres posto os pontos nos is. E olha que toda esta situação não faz de ti convencida nem coisa do género... Muito pelo contrário. Faz de ti uma Mulher racional, confiante e decidida :)

NEW TIPS POST | Mother’s Day Complete and LOW COST Gift Guide!
InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D