sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Mas já?!

Hoje é Dia de Reis. Come-se a rosca, come-se a galette, come-se o restinho de filhós que sobrou do ano novo. Faz-se um jantar mais ou menos especial e encerram-se as festividades. Hoje quando passei pela minha árvore de Natal e presépio, olhei para eles pelo cantinho do olho, com uma tristeza no coração. Snif. A partir de amanhã, é chegada a altura de voltar a arrumá-los no sótão, de nos despedirmos por mais um ano, como se fossem parentes emigrados. Bem sei que são só objectos mas representam a época mais especial do ano, que se despede abruptamente, deixando-nos Janeiro, mês frio e apático. Se fôssemos do Natal para a Primavera ou para o Verão como no hemisfério sul, já não custava tanto, mas é o que temos. A partir de amanhã, como todos os anos, vou evitar o inevitável, vai ser o "oh, os enfeites podem ficar por mais uns dias", até se tornar ridículo ainda ter árvore de Natal montada.

É essencialmente isto que o Dia de Reis significa para mim. Mas...Feliz Dia de Reis!! Vamos aproveitá-lo!

2 comentários:

Gata disse...

Nem me fales do que sobrou do ano novo, que ainda tenho sobras e mais sobras :)
Feliz Dia de Reis!

Paula disse...

apesar de estar no hemisfério sul, o dia de Reis tem o mesmo sentido e conotação aqui. a sorte é que é verão :P