sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Mais um post a bater no lamechas

[Novembro é o meu mês da lamechice.]

Hoje o meu irmão faz 38 anos. Parece que foi há tão pouco que eu era uma criança que queria companhia p'ra brincar, e ele um adolescente que me "esnobava" para ir tocar guitarra com os amigos. E agora somos dois adultos à procura de acertar com esta vida. Mas mais próximos do que nunca.

Amanhã uma grande amiga minha (das poucas que ficaram do tempo de escola) faz 30 anos. Ainda parece que não há nada, andava a colar fotos do Orlando Bloom nos cadernos da escola, e eu lhe dizia que o mocito era feio e mau actor, que Johnny Depp é que era. Passados estes anos, cursos, empregos, cidades e namorados depois, tomamos cafés e jantamos nos mesmos sítios na nossa terra, continuamos a falar de planos para o futuro, e quanto aos actores, já não gostamos nem de um nem de outro.

Uma das minhas melhores amigas começou este ano a tirar o curso que sempre sonhou tirar, depois de investir onze anos da vida dela, incluindo doutoramento, numa outra área. Também, como eu, está a caminho dos trinta.

E pronto, hoje pus-me a pensar nisto. Sinto-me nostálgica, mas orgulhosa acima de tudo. Tenho grandes exemplos na minha vida.

Fomos tropeçando, e vamos tropeçar ainda tantas vezes, mas nunca deixámos de tentar. Estamos todos bem.


1 comentário:

Gata disse...

São valiosíssimos esses elos!
Beijinhos e feliz Novembro :)