sexta-feira, 20 de maio de 2016

Não, não é falta de sono



"E porque fica tão irritado quando está cansado? O Dr. W. Christopher Winter, do Sleep Medicine Center at Martha Jefferson Hospital, explica que há algumas provas de que a atividade na amígdala cerebelosa, que regula emoções como raiva e fúria, aumenta quando não descansa o suficiente.
E essa atividade extra não só promove as emoções negativas, como o deixa menos capaz de controlar esses sentimentos negativos, explica o Dr. Winter."

Há duas situações que me deixam bruta, uma delas é estar com fome e a outra não é definitivamente a falta de sono. É o cansaço mesmo de trabalhar muito, de estar a levar com barulho, preocupações e mais preocupações, queixas e mais queixas, não parar um segundo e no fim, ainda faltou tanta coisa para fazer e blá blá blás. A frustração cansa muito. E sim, nesses dias fico insuportável. Chego a casa e não quero falar com ninguém. No trabalho não quero falar com ninguém, entro em modo piloto automático, que é para não me passar mesmo dos carretos. Vemos que um trabalho não é certo para nós e para a nossa saúde quando nos transforma em psicopatas.