quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Poesia para os meus ouvidos num dia frio de Fevereiro


Não faz muito sentido
Já não esperar o melhor
Vem da névoa saindo
A promessa anterior

Quando avistei
Ao longe o mar
Ali fiquei
Parada a olhar

Sem comentários: