quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Dia de Reis

E dia de ficar sem voz. Ir trabalhar, e falar por gestos, sorrisos e acenos. Os clientes a olhar para mim como uma coitadinha e já outros... Ora, um que costuma fazer sempre conversa comigo, perguntou-me: "então, estás sem voz? Muita festa ontem?!". Ao que eu respondi que estava constipada e ele... saiu logo a correr porta fora "espero que não seja contagioso!". 'Tá, obrigada.
Vá lá que a voz já voltou, pelo menos um bocadinho dela. Já com os meus colegas, não deu para as habituais conversas e brincadeiras do costume. Só silêncio. Eles dizem que é muito estranho ver-me assim quieta e calada. Eu digo que me fez bem, fiquei numa paz de espírito... Devia fazer isto mais vezes e deixar de ser tão estralibeta.

Mas já que é dia de Reis, cá vai



E eu sem a bela da rosca p'ra comer. Oh vida. O que vale é que isto já são favas contadas.


3 comentários:

pequenasvontades disse...

Eu já como o meu bolinho, ofereci os chocolates e flores ( é o que se faz na minha família neste dia).
O chá costumo comprar neste site http://www.chasdomundo.pt/chas-em-saquetas/yogiteabio
Beijinho

Elsa disse...

Em minha casa (dos meus pais) come-se o bolo e tiram-se os enfeites que é sempre triste...
Obrigada, vou já ver o site!! Beijo

Maria do Mundo disse...

Eu também já comi o bolinho...