domingo, 20 de dezembro de 2015

The Tale of Two Christmases in London

Faltam quatro dias para o meu último Natal em Londres (?). Vou afogar as mágoas de não estar com a família em vinho e hidratos de carbono.
Mas não deixa de ser um Feliz Natal, vou passá-lo com alguém especial que é como se fosse minha família, e que tem sido a minha família aqui em Londres. De certa forma, acho que vai ser daqueles Natais que ficam na memória, como o primeiro que aqui passámos juntas há quatro anos atrás, quando estávamos no início da nossa aventura.
Era o ano de 2011. Tínhamos chegado há três meses, tudo era novo, não tínhamos muito dinheiro mas tínhamos disposição. Planeámos aquele Natal com afinco. Íamos passar os três dias, 24, 25 e 26 com um também velho amigo na casa dele perto de Tower Bridge. Aqui, não há transportes no dia 25 e 26, então não resta muito a fazer do que ficar em casa.
Fizémos as refeições no quarto do nosso amigo porque ele não tinha mesa na cozinha. E comemos sentados no chão, e foi tão bom. Preparámos um bacalhau de bradar aos céus para a consoada e mais umas quantas sobremesas. Vivemos aquele Natal como umas autênticas crianças, a comer doces, a jogar ao Stop natalício, a ver filmes de Natal e a andar de baloiço. Lembro-me especialmente de estar constantemente a rir, muito.
Este ano, com quatro anos de Londres em cima, talvez com mais dinheiro mas com menos disposição, não deixamos de ser essas mesmas crianças que conseguem fazer de um pequeno Natal, uma grande memória e o meu entusiasmo é o mesmo. E este ano temos mesa e cadeiras.




1 comentário:

Joana disse...

Também nunca me esquecerei do meu primeiro Natal na Suécia, em condições do género... há coisas que ficam para sempre na memória :)
Feliz Natal 2015, beijinho!