segunda-feira, 28 de julho de 2014

Vamos, vamos que é Verão II

Ontem estava um domingo demasiado bom para ser passado em casa. Decidi sacudir a preguiça. Já que vivo a uma distância de quinze minutos a pé do meu local favorito nesta cidade, não há desculpas. Quando não há mais nada de especial para fazer, há essa coisa especial a fazer. Ir até à Tower Bridge. Gosto de como neste lugar se vive sempre uma quietude. Apesar de ser um local turístico, tem muitos poucos turistas comparando com outros pontos como Piccadilly ou Westminster. Há muitos solitários sentados à beira do rio, e grupos de amigos, e famílias. Tudo na paz. Tudo conversando harmoniosamente, ou apenas olhando, ou apenas escutando as conversas dos outros (nós os solitários). Ali ninguém anda depressa. O passo acompanha o som da água do Tamisa puxado pela brisa deste Verão maravilhoso. Está-se lá tão bem que ontem acho que bati o recorde e fiquei mais de duas horas ali feita paspalha a olhar para o rio. Lá pelo meio ainda encontrei uma amiga espanhola que não via há meses, bem engraçado.

Não resisti a tirar umas fotos. Há que ser turista de vez em quando. E porque o meu telefone até tira fotos melhores do que eu pensava quando o tempo ajuda.

Sentadinhos no Queen's Walk

Na ponte
Adoro quando passa um barco e as pessoas se põem a acenar a quem está cá cima na ponte

Para o lado Este





E para o lado Oeste




domingo, 27 de julho de 2014

Vamos, vamos que é Verão


Aproveitei ter saído do trabalho às três da tarde e os maravilhosos 28ºC para ir ter com uma amiga ao Borough Market beber um Peppermint and Cocoa Iced Tea (nham) e "ver a banda passar". É tão, mas tão bom, ver mais Londres para além de Oxford Street e aquela gente maluca.


terça-feira, 22 de julho de 2014

E o prémio "momento mais fofo" da semana vai para

...a moça sentada ao meu lado no bus ontem à noite, que abriu um pacote de batatas fritas e me ofereceu! Uma situação bastante rara, e a primeira vez que um estranho me ofereceu comida. Convenhamos que isto se podia tornar uma norma, para que as pessoas não fiquem tão irritadas com o cheiro e o som das pessoas a comer nos transportes públicos. Não que eu faça o evil eye a essas pessoas, mas admito, é um bocado chato.


(Estes cães fazem-me lembrar o porquê de o melhor sítio para comer ser em casa e sem ninguém a olhar. No manners, just food!!)

Só em Londres que...

se entra num autocarro às duas da tarde de um domingo e lá estão dois punks cinquentões extremamente alcoolizados a falar, ou mais a berrar, cobras e lagartos sobre o restante povo inglês, chamando "English scum" a algumas pessoas mais "posh" que vêem na rua. Priceless. "Hope you enjoyed the show" disseram eles antes de sair. Que fofos.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

O alegoria do urso Arturo


http://www.buzzfeed.com/rossalynwarren/people-are-trying-to-rescue-this-depressed-polar-bear-from-a?bffb

Todos estamos solidários com o urso Arturo. Todos queremos ver o Arturo ter uma velhice feliz e em boa companhia. E o que é que o urso Arturo me vem relembrar? A sua história pode ser a história de cada um de nós. Que é tão triste, tanto para animais como para seres humanos viver assim, o pouco e precioso tempo que resta. Todos precisamos da nossa tribo, sejamos crianças, adultos ou idosos. Obrigada urso Arturo.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Afinal não sou nenhum rato de ginásio

Agora que chegou o calor, não tenho motivação nenhuma para ir ao ginásio. E com estes dias lindos, parece-me um desperdício de tempo ir enfiar-me numa sala cheia de máquinas.


Decidi voltar às caminhadas depois de sair do trabalho. Sempre é mais de uma horinha a caminhar rápido. Também tenho pesos em casa mas nunca me lembro de pegar neles. A ver se é desta!

Sinceramente

Mais desumano do que está a acontecer na faixa de Gaza, é a forma como o mundo está a ignorar.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Ora poças

Normalmente não trabalho às segundas-feiras, e hoje que estou a trabalhar, está um dia de sol espectacular. Mas apesar disso, é bom começar a semana à segunda. Parece que vai mais de acordo com o organismo. E tenho sábado e domingo por minha conta. Já vi que vai estar a chover, mas a gente cá se arranja.



sábado, 12 de julho de 2014

Venha de lá o jogo mais desinteressante/sem sentido do mundo

Fics tu com o bronze? Fico eu? Ficas tu? Fico eu? Vamos mas é beber uma caipirinha.

Ou pode ter alguma utilidade para o Brasil sarar um pouquinho as feridas, ou então não!

Do you deserve a drink?



Vocês fiquem lá com os batidos e os super-snacks, que eu vou passar o dia de folga com este Italiano. Não julguem!


segunda-feira, 7 de julho de 2014

domingo, 6 de julho de 2014

De repente

Um fim de tarde de domingo. Deitada na cama a ver o Citizen Kane.
De repente oiço o barulho da chuva e da trovoada. O cheiro da terra molhada do jardim entra pela janela aberta, de onde consigo ver o arco-íris e, uma mescla verde e laranja no céu. O som das pessoas a falar, e das crianças a brincar no parque toda a tarde, deu agora lugar, apenas, ao som da natureza. E de repente, não me sinto tão só.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

A sério

Um dia reduzem o IVA ao pão com chouriço, no outro encontram cocaína nas bananas... Vamos mas é todos voltar para Portugal!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Oitavos de final - terceira e quarta rodadas

Ontem tivémos mais dois jogos muito bem disputados. Apesar de estarem a vencer as selecções que se estava à espera, estas não têm tido a vida facilitada pelas equipas eliminadas. É assim que eu gosto! Grande prestação da Argélia em frente à Alemanha. Quase, quase que chegavam aos penáltis. E os alemães, apesar de serem uns monstros a marcar grandes penalidades (como são em tudo), suspiraram de alívio por inaugurar o marcador ainda que em prolongamento, se bem que aquele golo de calcanhar do Schurrle, digam o que disserem, foi tão insosso como ele. A Argélia marcou no fim-fim-fim, e ainda bem. Apesar de não chegar, um golo faz justiça ao desempenho dos Argelianos.
A Nigéria também desafiou a França, e eis mais uma equipa a perder na parte final do jogo.

Hoje, mais um jogo com prolongamento, e apesar da Suíça não ter jogado com a mesma qualidade da Argélia (nem a Argentina teve a mesma qualidade, já que aí estamos), deixou os argentinos à espera do minuto 118' para fazer a festa. O Dí Maria lá salvou o dia (rimou!) e o pêlo, já que no resto do jogo andou ali aos pardais. E que GRANDE chance perdida para a Suíca empatar aos 120'!! Minha nossa, teria sido um daqueles momentos que fica para a História!!! Pelo menos a História da bola, vá. Não nos deixemos entusiasmar muito, que há mais na vida para além do futebol. Também há séries de televisão.

Já os Estados Unidos (que desta vez tinham o bacano das rastas no banco, ????) provaram ser uma grande equipa e talvez, com a Argélia, a mais lutadora deste Mundial. Mas só temos que dar gracinhas eles não passarem aos quartos, pois porque se fossem longe na prova, o "soccer" iria com certeza ganhar muitos adeptos lá nos States, e meus caros, com os recursos deles e todo o dinheiro e empenho que investem num desporto que gostam, o resto do mundo bem que podia esquecer essa tal de copa. Deixemo-nos ficar assim, 'mericans, vocês que só gostaram de futebol durante duas semanas, e com certeza voltam agora a odiar, vão lá brincar com o ovo gigante e deixem-nos a nós, resto do mundo, que amamos na vitória e na derrota, o desporto rei.
Parabéns e boa sorte Bélgica, toca a começar a embalar esses chocolatinhos comemorativos...

E é impressão minha ou este está a ser o Mundial dos guarda-redes? Ou se calhar é mesmo porque os defesas de quase todas as equipas neste Mundial deixam muito a desejar e eles não têm outro remédio se não ligar o poder ninja! [Tirando o Rui Franguício e o Frangillas.] Para mim, ver uma grande defesa é tão bom como um golo, excepto se for contra a minha equipa. Mas por isso mesmo eu disse que isto tem mais piada sem Portugal lá estar. É óptimo ser neutro. Quer dizer, quaaaase neutro. Porque se fosse neutra, estava sempre a torcer pela Suíça. Get it? :D