sexta-feira, 23 de maio de 2014

At this time in the morning? Really?

Mas porquê? Porque é que só apanho creeps? Uma moça aqui à espera do homem dos seus sonhos, montado num cavalo preto, ou num motociclo, ou numa bicicleta, ou vá, até pode ser um pedestre que seja minimamente normal, com um pouco de loucura sim, mas assim o bom confiável normalzinho, bem apessoado e jovial, engraçado, ou que tente ter graça pelo menos, e com o que é que leva? Com um creep stalker a fazer jogging às oito da manhã e que a segue desde casa até à paragem do bus.

(Depois de me perguntar direcções para isto e aquilo)

- Where are you from?

- Portugal.

- Of course you are, you look very special, and very attractive...

- Thanks..?

(Tirem-me deste filme)

- Do you wanna go for a coffee?

- No, thanks...

- Can we have dinner sometime?

- I just met you.

- I moved here two weeks ago. Would be nice to be your friend, can we be friends?

- Again, I just met you..

- Can I have your number?

- No, you can't.

- Ok, ok, just one last question. Do you have a boyfriend?

(Finalmente, como não me lembrei eu antes? A verdadeira oportunidade de me livrar do parasita)

- Yes!!

(Respondo eu enquanto por dentro morro um bocadinho e penso que deprimente ter que usar uma força masculina inexistente me livrar de um stalker)

- Oh you have a boyfriend...

(Continuo a caminhar enquanto espero que ele se afaste... Ele não se afasta... Corro para o outro lado da estrada e apresso o passo até à paragem. Ele lá desiste e vai em direcção ao supermercado. Uff)

É que a sério, moço creepy, então andas a tentar engatar miúdas às oito da manhã no centro de Londres? Olha, boa sorte. Às oito da manhã eu não tenho humor nem para falar com o meu príncipe do cavalo preto, quanto mais. Mas a sério! Fuck my life.


Sem comentários: