quinta-feira, 2 de maio de 2013

"I would never belong to a club that would have someone like me as a member"

Às vezes entre o sono, vêm-me as cenas mais estapafúrdias à cabeça e hoje foi uma dessas noites. Por volta das seis da manhã acordo e espreito o telemóvel. Tinha um sms de um amigo que me quer ajudar a estimular a escrita e que dizia "tenho um desafio para ti durante o dia de hoje pensa numa história de terror, aproveita qualquer intervalo do dia para pensar nisso e escreve qualquer ideia que tenhas por mais parva que possa parecer". Telepatia! Pouso o telemóvel e volto a virar-me na cama. Sim, sim, vou mas é dormir, penso cá para mim. Mas entretanto na minha cabeça... gritos, respirações aflitivas, estranhos com um chapéu preto, vizinhos simpáticos e misteriosos, acidentes... Então pequei num papel e escrevi logo umas quantas coisas. E pensei "uau, isto até parece fixe". Aí sim, adormeci.
Com o dia bem preenchido, tal coisa não me voltou a passar pela cabeça, até chegar a casa depois do trabalho e olhar para o bloco de notas e pensar: What. The. Fuck.
Se calhar, voltando a acordar meia zombie com metade dos neurónios adormecidos durante a noite, vou achar piada àquilo outra vez.


*Woody Allen em Annie Hall

Sem comentários: