sábado, 27 de abril de 2013

Life is a rollercoaster, just gotta ride it...






Bem dizia o Ronan Keating.

Dia dos cravos foi dia de Thorpe Park para mim. Lá consegui enfrentar o meu medo destes brinquedos gigantes, e fui em quase todas as atracções. Só não tive coragem de ir na rollecoaster da terceira foto, pela altura e pela velocidade, mas arrependi-me depois... Chicken. Quero lá voltar uma segunda vez este verão se possível e aí não vou falhar nenhuma. Que esta vida é uma chatice e se for para morrer, morremos, mas com estilo! Por falar nisso, duas das rides tiveram problemas técnicos connosco lá. Numa chamada Nemesis Inferno ficámos lá pendurados durante um bocado (vá lá que foi quase no final e não foi numa das partes altas ou das que viramos a cabeça p'ra baixo), e só vemos dois rapazes a trepar por ali, e um com uma chave-de-fendas na mão, com uma cara de quem não sabia muito bem o que estava a fazer. O engraçado é que estávamos todos relaxados e a rir da situação. Devia ser por estarmos a passar um dia tão bom, que nada o iria facilmente estragar. Pois porque se me ocorresse o mesmo cenário no metro em Londres ao ir para o trabalho, bem que me ia dar uma coisinha má.
Na outra, o Colossus, antes de irmos para as cadeiras, disseram que havia alguns problemas e teriam que fazer um teste, uma volta sem ninguém. Uma das raparigas que foi connosco (e que não teve coragem de andar em nada pesado) já estava em pânico, e ficou pior, "vamos embora, vocês ainda querem ir?!?!". Nós em vez de sermos amiguinhos e desvalorizar a coisa, começámos a dizer que aquilo era uma volta fantasma para as pessoas que ali tinham morrido. Claro que ela não achou piada nenhuma e acabou por sair da fila e dar a sua walk of shame, com toda a gente a rir-se e a dizer "uuuuh are you scared??". Hilariante.
A segunda walk of shame do dia, já que me deixou a mim sozinha em outra (aquela que basicamente é um pêndulo que vai para a frente e para trás), quando já estávamos sentadas, começa a ficar histérica e paranóica, de tal forma que já só me apetecia dar-lhe duas chapadas, e lá chama a rapariga para lhe tirar o cinto e a deixar sair, com toda a gente a rir-se dela. Ahhh! Foi como ser criança outra vez!
Mas quanto a mim, portei-me bem. Até andei no Saw (segunda foto), que os meus amigos (que fazem aquele género todo mete-nojo pff isto não é nada) consideraram a mais thrilling! Ha!
E pela primeira vez o São Pedro esteve de acordo com os meus planos. A temperatura chegou aos 23ºC esse dia! O que foi óptimo, porque o parque tem muitas atracções com água e deu para aproveitar bem. Houve dois slides em que ficámos completamente encharcados e secámos num instante debaixo do sol. A mim já me parecia ser Julho ou Agosto. À nossa volta, toda a gente de calções e t-shirt (ou sem t-shirt), de gelado ou refresco na mão. Enfim, foi uma alegria!
De vez em quando, todos devíamos tirar um dia para ser crianças outra vez. Um destes sábados vou-me levantar às sete da manhã, ver desenhos animados e comer estrelitas. Só porque sim.

Espaço patrocinado pelo blog...e pela Tetley.


Sem comentários: