segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

É no que dá as conversas de mesa de shopping

F. diz "gosto de pensar que quando morremos vamos para um sítio onde estão as pessoas que gostamos, dizem que até os cães vão para lá... Eu não vou ter mãos a medir com tanto cão que já lá tenho!!"

Está feito!

Se quando saí da radiostation foi lanche, foi jantar, foi noitada, foi lágrimas, foi prendas, foi cartõezinhos com mensagens lamechas e dedicatória em directo ao som de Franz Ferdinand, a despedida de hoje foi muito mais amena... Mas sabe sempre bem, ver que nos desejam boa sorte com um brilho nos olhos.
Claro que o melhor momento foi quando me disseram que só trabalhava uma hora, porque tinha horas para gozar! Muahahahahaha!

Avizinham-se tempos de grande loucura!

Je t'aime SBSR


"So I never wrote a letter
I never took my true heart
I never wrote it down

So when the lights cut out
I was left standing in the wilderness downtown
Now our lives are changing fast
Hope that something pure can last"



domingo, 30 de janeiro de 2011

Mais do mesmo

Tenho um amigo que se comporta como uma autêntica agência de encontros para a minha pessoa. Ele continua a juntá-los à lista, e eu a riscar. A culpa não é minha, os moços de hoje em dia desistem muito facilmente.... yeah quitters!!



Ódasingaleiris! Ódasingaleiris!!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Para quê ter um felino se não para lhe atazanar o juízo??

Na universidade, eu e as minhas amigas, tínhamos uma gata muito púdica e não-me-toques, a Luna. Tinha um fetio do c@r@lh&nh@ a madame, e por isso, resolvemos pô-la a ver vídeos de gatos a acasalar no youtube como terapia. Pensávamos nós que a pornografia lhe ia mudar a vida...

Hoje lembrei-me de fazer uma experiência parecida com o meu Teófilo (que por acaso é filho da dondoca) e mostrei-lhe uma dezena de videos com gatos. Teve uma reacção daquelas tão caguinchas, que de tão fofa, só apetece dar beijinhos. A chegar-se atrás, com os olhinhos muitos esbugalhados, ora a olhar para o monitor, ora a olhar para mim, como quem está a pensar "Porque é que vocês os aprisionaram aqui nesta coisa????!£%@!&§##!! Oh Nãooooo!! =$#@#% Vou ser o próximo!!!#"


I'm too sexy for my fur, too sexy for my fur, so sexy it huuuuuurts....


Uau que sonho!

Mãe, Pai... abram os cordões à bolsa que eu quero casar-me com este vestido e JÁ! -.-'


Jean Paul Gaultier



Caso não tenham reparado, o modelo é masculino. Aaaah...Bem me parecia que não tinham reparado!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Músicas "eu podia ter escrito isto"

Esta:




E de pensar que eu andei a evitar os rapazinhos porque "ah e tal são muito dark". Estas músicas enchem de cor os meus dias.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Há pessoas fixes

Porque às vezes, algumas pessoas mais chegadas "don't give a shit", e outras que se cruzam apenas de passagem no nosso caminho "actually give a shit".

Quero o pass dos três dias xáxavor!

Hoje, no trabalho, esta notícia irrompe pela minha manhã adentro. E continuar a falar e pensar coerentemente? Naah.

Oh the good old british...



Para quem não sabe, eu sou casada com o baterista.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Apontamentozinho

Falta uma semana para sair do antro. Ai jajuja, que vai ser um dia de tanta lágrima e tanto aperto no coração (NOT!).

Metade daquela gente nem sabe o meu nome! O que facilita muito as coisas, porque eu não gosto de despedidas.

Ai a vida académica... snif

Andava eu no outro dia a arrumar o computador (apagar coisas, ordenar deocumentos), quando me deparei com alguns textos que escrevi enquanto andava na universidade para um efémero blog que tive na altura. Chamava-se “Dá-me um amendoim”. Bem, o que eu me passei, para usar a palavra correcta, ao ler aquilo. Sei que para os outros ou vocês que aqui vêm para de vez em quando não terá interesse, mas para mim é bem engraçado. Ver que passados cinco anos, as grandes amizades de que falava na altura ainda se mantêm, e não estava enganada quanto a outras coisas, e como eu era, ó se era, completamente parva. Penso que mais do que agora, ainda não tinha aprendido a controlar-me. A idade adulta causa grandes danos à nossa feliz debilidade mental. Para não deixar passar em branco estes pequenos pedaços de glória, imortalizados em folhas do Microsoft Word, vou publicar de vez em quando (tradução: quando não tiver mais nada que dizer) neste blog. Serão assim as “Irregularidades de uma universitária”. See ya!


*outro dos tesourinhos que encontrei
, não fôssemos nós Comunicação!!










** Irmandade Kroc - o grupo de amigos, ou melhor, a família que ainda hoje se mantém

domingo, 23 de janeiro de 2011

Eu, cidadã exemplar

que tanto defendo os direitos e deveres, me confesso:
Pela primeira vez na minha vida, não fui votar.

Vou-me ficar a ver as emocionantes projecções (not) e a "beijicar" o meu cházinho.
Por falar nisso, está a dar "Marley e eu" na tvi...
Depois do livro e do cinema, não estou preparada p'ra chorar uma terceira vez com o raio deste cão que faz tanto lembrar o meu Jordi, na vida e no momento de morrer... Por isso não vou olhar para a t.v. Nãnã.

Eu já disse?

Que sou a pessoa mais totó que conheço??



It's so so sad that it makes me laugh!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Alguém entende? Eu não.

Há uns tempos conheci a X. Vamos chamar-lhe assim. Sem querer parecer ficção científica, porque é a pura realidade.
A X. é uma rapariga simpática e agradável, do género fofinha. Que fique já esclarecido que eu não tenho nada contra ela. Os defeitos dela são aqueles que eu consigo suportar. O que até é positivo. Traduzindo, não é uma pessoa maldosa.
Para mim há dois grupos de pessoas: as que fazem coisas más por maldade, e as que fazem coisas más sem maldade. A X. é do segundo grupo.
Só estou a falar nela, porque tornou-se muma das cobaias que eu uso para corroborar as minhas teorias sobre a franca estupidez da espécie humana. Ou de como nós somos todos uma cambada de prostitutas sem qualquer tipo de compromisso moral com a vida. Ok, desculpem, esqueci-me de tomar os meus medicamentos.
A X. é daquelas pessoas, sem dúvida nenhuma, de relações passageiras. O melhor amigo dela é um rapaz que conheceu no verão passado. Até podia acontecer. Eu também acho que a força das amizades não está na sua longevidade. Mas eu já a conheci o suficiente para perceber, que no segundo dia já somos grandes amigos dela, como uns meses podemos já não ser nada. Há uns meses a X. conheceu a minha melhor amiga. Sintonia imediata que fez com que a minha girl lhe aturasse muitas coisas, daquelas que eu nunca aturaria nem à minha girl.
Tinha andado aí com um tipo, que depois a deixou. Levou a minha girl de arrasto, noites e noites seguidas a perseguir o indivíduo. A minha girl aturou-lhe as depressões, preocupando-se a sério com a raparica e o seu coração partido. Ele era um cabrãozinho, ele não a merecia. E havia tanto peixe no mar. Mas bem, pelo facto de andar a persegui-lo, não quer dizer que ela também não andasse na faina. Depois de algum pescado, lá se começou a entender com um rapazito. E nós ficámos todas contentes. Até sabermos que lhe andou a enfeitar a testa, durante as férias do Natal. Boa!! Tanta profundidade para isto... Já não há romantismo como nos filmes. A minha girl disse que já não olhava para ela da mesma forma, e nunca a voltaria a levar a sério. Eu digo "e daí?", não foi a primeira nem será a última. Não me fez espécie.
Por mais parvo que pareça faz-me mais espécie isto: então a cachopa vai fazer anos e convida meia cidade para o aniversário. Típico das pessoas que não têm amigos a sério, já sei. Ter-me chamado a mim, nem estranho, já saímos algumas vezes juntas. A minha girl já me tinha dito que ela tinha chamado muita gente. Mas esta manhã, ri-me de bom rir quando um amigo meu, com quem supostamente nem engraça e apenas trocou meia dúzia de palavras, me manda uma mensagem a perguntar se eu ia à festa. Que ainda por cima é no restaurante em que ela disse uma vez que nunca voltaria a pôr os pés, e até nos proibiu de fazer lá um jantar! Funny, don't you think?? Mas eu não a culpo, ela é apenas mais uma num grande rebanho... O problema é serem a maioria, isso é que me chateia.

P.S - eu não vou ao aniversário da cachopa. Agora tinha piada, eu aqui a descascar forte e feio nas atitudes e fazer o mesmo! Não me apetece. Ser acéfalo dá trabalho.

O sol voltou!!!!

Mesmo que esteja um frio de rachar, quero lá saber.... que saudades do céu azul!! A outra bem que tinha razão quando queria pintar o céu de azul... Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah (suspiro resplandescente).

I hate

...crocodiles eyes stearing above the water!


quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Mas quem é que quer saber dos vestidos

Quando os globos de ouro tiveram isto??



A minha apreciação:

Ricky Gervais - 3

Everyone else there - 0

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

C'est la vie

A partir do próximo mês volto a ser uma feliz desempregada!!





Calma, calma... Fui eu, a inconsequente, que decidi abandonar o posto. E não sei porquê, o que senti foi que tirei um peso das costas... Em boa hora! É que a coisa ia começar a ficar muito f@did@!!

Perspectivas de futuro?

Well...



Agora a sério, a decisão foi bem ponderada. Preciso de encontrar um trabalho a tempo inteiro. Ou sim ou sopas.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

"Darling you have to let me know"

Há dias em que parece não haver barreiras, em que me sinto capaz de enfrentar qualquer abominável homem das neves ou voldmort que se me atravesse à frente. Há dias em que sou irremediavelmente optimista, flutuante, com mil e uma ideias.

E depois há dias assim, com os pés bem assentes (quase que enterrados) no chão, em que penso que o melhor é não arriscar, é ficar por onde estou, que já é bem bom, é melhor agarrar-me ao que tenho e que me chega e deixar-me de tretas.

Típico.

Nota

Desconfiar sempre dos rapazinhos que pedem bebidas cor-de-rosa e cor-de-laranja nos bares...
Mesmo que estejam sentados de pernas abertas e recostados nas cadeiras.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Made my day!


Arctic Monkeys releasing James Ford-produced album this year


"And there's a couple of hundred
Think they're Christopher Columbus
But the settlers had already settled
Yeah, long before ya"



terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Nem sei...Sei lá

Continuo sem assunto (óbvio) e com muito pouco de importante para dizer. Ainda só estamos no 11º dia do ano. Could be worst.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Please don't stop the rain


Porque parece que veio mesmo para ficar. Chuva toda a semana. Acho que nunca vi esta cidade tão cinzenta durante tanto tempo. Névoa, nevoeiro, nuvens baixas, nem um desgraçadinho raio de sol... Isto já parece Forks. Daqui a nada começam a saltar vampiros de todos os cantos. Depois não digam que eu não avisei!

*O que vale é que eu espanto essa bicharada todo com a minha poderosa umbrella rosa-choque!

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Iogurte natural gordo com frutas cortadas lá para dentro

Há que tempos que eu não comia isto!!!



Só porque não tenho mais nada para dizer.

domingo, 2 de janeiro de 2011

A melhor maneira de passar o primeiro dia do ano...

É a fazer pizzas com o clã!




(a minha!! ananás e muito queijo claro)